Bestiário

Carneiros

Introdução

  • Os carneiros são os ovinos machos da espécie “Ovis aries“, as fêmeas são chamadas de ovelhas e os filhotes são chamados de borregos ou cordeiro. Não confundir com os bodes que são caprinos machos da espécie “Capra aegagrus hircus“, suas fêmeas são chamadas de cabras e os filhotes são os cabritos. Os caprinos possuem pelo baixo e cornos direcionados para fora, além dos bodes possuírem pêlos abaixo do queixo, parecendo uma barba. Já os ovinos possuem o pelo ondulado gerando lã e os chifres ficam curvados.
Carneiro (a esquerda) e Bode (a direita).
Ovelha (direita) e cabra (esquerda).
  • Os carneiros são provavelmente descendentes do muflão selvagem.
  • As ovelhas são criadas para obtenção da lã, leite e carne.

Curiosidades sobre carneiros

  • Tanto bovinos, caprinos e ovinos possuem cornos e não chifres. Os cornos são derivados dos ossos frontais do crânio e são cobertos de queratina. Já os chifres, são recobertos de pele e podem se ramificar.
  • Recebe o signo solar de Áries que é representado por um carneiro quem nasce entre entre 21 de março e 19 de abril. Ele é o primeiro signo do calendário astrológico.


Velocino de Ouro

  • Também chamado de velo de ouro ou tosão de ouro (do grego Χρυσόμαλλον Δέρας) é a lã de ouro do carneiro alado Crisómalo.
  • Os “Meloi Khryseoi” são também ovelhas ferozes de lã dourada que possuíam mordidas venenosas. Tendo no mito de Psique que foi ordenada por Afrodite a buscar a lã dourada. Também pode ocorrer uma variação para o mito das maçãs douradas das Hespérides, já que maçã e ovelha em grego era “melo”. Outra versão é a busca de Jasão pelo velo de ouro a pedido de seu tio Pélias.


Psiquê e a lã de ouro

  • Afrodite] convocou Psique e falou com ela assim: “Você vê o bosque lá, ladeado pelo rio que corre por ele, suas margens se estendendo ao longe e seus arbustos baixos encostando no riacho? se houver ovelhas errantes e pastando desprotegidas, e suas lãs brotam com a glória de ouro puro, eu ordeno que você vá lá imediatamente, e de uma forma ou de outra obtenha e traga de volta para mim um tufo de lã do precioso velo.”
  • Psique foi até lá sem relutância, mas sem intenção de realizar essa tarefa. Ela queria buscar a cessação de seus males atirando-se de um penhasco acima do rio. Mas daquele trecho de córrego um dos juncos verdes que alimentam a doce música foi divinamente inspirado pelo suave som de uma brisa acariciante, e proferiu esta profecia: “Psique, ainda que você seja atormentada por grandes provações, não polua minhas águas por uma morte mais miserável. Você não deve se aproximar das ovelhas temíveis a esta hora do dia, quando elas tendem a ser incendiadas pelo calor ardente do sol e atacar com raiva feroz; com seus chifres afiados, suas cabeças duras como pedra e, às vezes, suas mordidas venenosas, eles causam destruição selvagem no povo humano. Mas uma hora depois do meio-dia acalmou o calor do sol, e os rebanhos se aquietaram sob a influência calmante da brisa do rio, você poderá se esconder sob aquele plátano muito alto, que suga a água do rio como eu mesma faço. Então, assim que as ovelhas relaxarem sua fúria e sua disposição ficar suave, você deve sacudir a folhagem no bosque vizinho, e você encontrará lã dourada grudada aqui e ali nos caules curvados.”
  • Foi assim que o junco, dotado de qualidades humanas de abertura e bondade, disse a Psique em sua extremidade como obter segurança. Ela não desconsiderou essa instrução cuidadosa e sofreu de acordo; ela seguiu todos os detalhes, e o roubo foi facilmente realizado. Ela juntou a substância macia de ouro amarelo em seu vestido e a trouxe de volta para Afrodite.
Psiquê com a lã de ouro.


Jasão e o velocino de ouro

  • Jasão era neto de Creteu, fundador do trono de Lolcos, na Tessália. O trono foi passado para Pélias, tio de Jasão, que recebeu a profecia que seria morto pelo sobrinho. Pélias mandou Jasão para roubar o Velocino de Ouro, a lã de ouro do carneiro alado Crisómalo, de Cólquida, região no sul do Cáucaso. Em Argo, Jasão reune uma tripulação conhecida como argonautas.
  • Chegando em Cólquida, o rei Eetes exige uma série de trabalhos para Jasão conseguir receber o velocino de ouro. Ele cumpre todas as tarefas e ao voltar para Lolco, Medeia planeja a morte de Pélias para cumprir a profecia.
Jasão trazendo o Velocino de Ouro para Pélias, o rei de Iolcus (cerca de 350-340 AEC – Museu do Louvre, Paris, França).


Deméter e os carneiros

  • Na segunda cena da Urna de Lovatelli que descreve os ritos de Mistérios Menores de Elêusis, é possível ver Héracles com um véu sobre a cabeça, sendado em um banco. Uma sacerdotisa atrás dele segura algo sobre a cabeça do herói. 
  • O assento é coberto pelo velo de um carneiro, também chamado de “velo de Zeus”, sendo possível ver os cornos do animal aos pés de Héracles. Deméter também é descrita sentada sobre um velo de carneiro no Hino Homérico II a Deméter. 
  • O carneiro é um animal frequentemente sacrificado para Perséfone. Esse ato pode estar acontecendo para simbolizar a entrada na própria escuridão. 
Cena 2 – Urna de Lovatelli – Museu Nacional Romano, Roma.


As ovelhas em diferentes culturas

  • Os antigos sumérios tinham devoção a deusa Duttur, protetora das ovelhas e rebanhos, mãe de Dumuzi, senhor dos pastores e rebanhos, e de Gestinanna, associada a sonhos e pastoreiro. 
  • No Egito antigo, o deus Heryshaf, criador e deus da fertilidade que se dizia ter nascido em águas primevas, era representado pela figura de um homem com cabeça de carneiro. Na mitologia egípcia ele foi identificado com Rá e Osíris e na mitologia grega com Héracles.
Deus Heryshaf.
  • Carneiros e ovelhas são sacrificadas em diferentes cultos religiosos como o grego, romano e egípcio. Existia também uma técnica de advinhação usando as víceras dos carneiros, chamado hepatomancia, porque usava principalmente o fígado dos animais.
  • No festival romano chamado Ambarvalia (ou do latim Suovetaurilia) era sacrificados um porco, um carneiro e um touro às deusas Ceres e Dea Dia. Antes de serem sacrificados, eles faziam uma procissão ao redor dos campos para agradecer pela fertilidade da terra.
Relevo de um porco, carneiro e touro que eram sacrificados no festival de Ambarvalia.
Suovetaurilia (cerca do século I EC, Museu do Luvre, Paris, França).
  • Na tradição islâmica, fundada pelo profeta Muhammad (570-632 EC), uma ovelha é sacrificada durante o festival Eid al-Adha, para comemorar a obediência de Abraão a Alá, uma vez que ele sacrificaria seu filho Ismael, mas Alá interrompe e coloca um cordeiro no lugar. Este festival ocorre cerca de 70 dias após o Ramadã.
  • Na tradição judaica, segundo a Torá (cinco primeiros livros da Bíblia Cristã) um cordeiro, chamado de Cordeiro Pascal é sacrificado na véspera da Páscoa e os umbras e vergas das portas são untados com seu sangue para identificar as casas israelitas. Esse ritual é feito em memória do evento em que Deus tirou a vida dos primogênitos egípcios como uma das pragas. 
  • O cordeiro ou bezerro eram usados como oferta de expiação de pecados no Antigo Testamento da Bíblia Cristã. “Quando alguém for culpado de qual­quer dessas coisas, confessará em que pecou e, pelo pecado que cometeu, trará ao Senhor uma ovelha ou uma cabra do rebanho como oferta de reparação; e em favor do culpado o sacerdote fará pro­piciação pelo pecado.” (Levítico 5:5-6). O sacrifício de sangue era uma prática comum (Hebreus 9:27-28; Hebreus 9:22; Levídico 17:11; Isaías 53:6-8; Êxodo 12:3-7). Na Bíblia também tem o episódio de Abraão que iria matar seu filho Isaac em prova de fé, mas é impedido por Deus e sacrifica um cordeiro no lugar do filho (Gênesis 22). O cordeiro se tornou símbolo de Jesus, porque ele, mesmo sem pecado, se sacrificou para expiação dos pecados da humanidade (João 1:29, 1:36; 1 Coríntios 5:7; 1 Pedro 1:18-20; Apocalipse 5:6). O termo “Agnus Dei” é dado para a representação de Jesus como um cordeiro.
Jesus, o cordeiro de Deus.


Demonização de animais com chifres

  • Com a associação das práticas pagãs com rituais malignos e a imagem do Diabo cristão, muitas divindades que eram associadas a fertilidade, florestas e poder acabaram sendo demonizadas.


Referências

  1. Sheep. Disponível em <https://en.wikipedia.org/wiki/Sheep> Acessado em 21/04/2022.
  2. Velo de ouro. Disponível em <https://pt.wikipedia.org/wiki/Velo_de_ouro#:~:text=O%20velo%20de%20ouro%20ou,ouro%20do%20carneiro%20alado%20Cris%C3%B3malo.> Acessado em 21/04/2022.
  3. Ovinos e caprinos. Disponível em <https://www.comprerural.com/ovinos-e-caprinos-diferenca-entre-cabras-e-ovelhas/> Acessado em 21/04/2022.
  4. Meloi Khryseoi. Disponível em <https://www.theoi.com/Ther/MeloiKhryseoi.html#:~:text=THE%20MELOI%20KHRYSEOI%20(Golden%20Sheep,her%20by%20the%20goddess%20Aphrodite.> Acessado em 21/04/2022.
  5. Apuleio, The Golden Ass 6. 11 ff (trad. Walsh) (romance romano século II AEC).
  6. Ambarvalia. Disponível em <https://en.wikipedia.org/wiki/Ambarvalia> Acessado em 21/04/2022.
  7. Sheep in religion and mythology. Disponível em <http://thinkdifferentlyaboutsheep.weebly.com/sheep-in-religion-and-mythology.html> Acessado em 21/04/2022.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × quatro =

error: O conteúdo é protegido!

Notice: file_put_contents(): Write of 109868 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172

Notice: file_put_contents(): Write of 86 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172

Notice: file_put_contents(): Write of 59046 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172

Notice: file_put_contents(): Write of 572 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172

Notice: file_put_contents(): Write of 217 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172

Notice: file_put_contents(): Write of 38553 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172

Notice: file_put_contents(): Write of 102283 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172

Notice: file_put_contents(): Write of 981 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172

Notice: file_put_contents(): Write of 999 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172

Notice: file_put_contents(): Write of 1125 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172

Notice: file_put_contents(): Write of 8132 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172

Fatal error: Uncaught ErrorException: file_put_contents(): Write of 416 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php:172 Stack trace: #0 [internal function]: litespeed_exception_handler() #1 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php(172): file_put_contents() #2 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/optimize.cls.php(809): LiteSpeed\File::save() #3 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/optimize.cls.php(769): LiteSpeed\Optimize->_build_single_hash_url() #4 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/optimize.cls.php(349): LiteSpeed\Optimize->_src_queue_handler() #5 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/optimize.cls.php(264): LiteSpeed\Optimize->_optimize() #6 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-includes/class-wp-hook.php(324): LiteSpeed\Optimize->finalize() #7 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-includes/plugin.php(205): WP_Hook->apply_filters() #8 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/core.cls.php(477): apply_filters() #9 [internal function]: LiteSpeed\Core->send_headers_force() #10 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-includes/functions.php(5373): ob_end_flush() #11 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-includes/class-wp-hook.php(324): wp_ob_end_flush_all() #12 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-includes/class-wp-hook.php(348): WP_Hook->apply_filters() #13 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-includes/plugin.php(517): WP_Hook->do_action() #14 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-includes/load.php(1260): do_action() #15 [internal function]: shutdown_action_hook() #16 {main} thrown in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172