Bestiário,  Daemones

Cérbero

Introdução

  • Cérbero, Kerberos ou Cerberus (do grego Κερβερος) é um cão de três cabeças de Hades que guardava os portões do submundo e impedia a fuga das sombras dos mortos.
  • O nome Cérbero talvez signifique “Daemon da Morte e da Escuridão” das antigas palavras gregas kêr e erebos.
  • Cérbero pode ser filho de Typhoeus e Ekhidna (Teogonia de Hesíodo 310, Quintus Smyrnaeus 6.260, Hyginus Pref & Fab 30) ou apenas de Ekhidna (Bacchylides Fragmento 5, Metamorphoses de Ovídio 7.412);
  • Ele é um cão que guarda os portões de entrada do submundo. Dizia-se que ele era festivo a todas as almas que queriam entrar, dócil e adorável. Quando havia tentativas de sair, ele se tornava uma besta feroz. Apenas Odisseu, Eneias, Psiquê, Orfeu e Héracles conseguiram passar por ele com vida.
Cérbero. Artista desconhecido.
Krater de voluta de figura vermelha da Apúlia com cenas do submundo, cerca de 340-330 AEC. Hades está entronizado no palácio ao lado de Perséfone de pé, que segura uma tocha Elêusis de quatro cabeças. O deus empunha um bastão com ponta de pássaro. (Staatliche Antikensammlungen, Munique)
Hermes veste uma capa de chamlys e segura uma varinha de arauto na mão. Hércules usa uma capa de pele de leão e segura uma clava em uma das mãos e a corrente que prende Cérbero na outra. Hécate está vestida como uma caçadora com uma saia curta e botas e a pele de uma pantera pendurada no braço. Ela brande um par de tochas flamejantes. Cerberus aparece como um cão de três cabeças com uma serpente enrolada como cauda. (cerca de 340-330 AEC, Staatliche Antikensammlungen, Munique).

Representação

  • Na descrição mais antiga de Cérbero, na Teogonia de Hesíodo (século VIII e VII AEC), ele tem cinquentas cabeças, enquanto Píndaro (cerca de 522-443 AEC) deu a ele cem cabeças.
  • Cérbero também já foi descrito como um cachorro de três cabeças com cauda de serpente, juba de cobras e garras de leão. 
  • Ele tinha cinquenta cabeças, embora essa contagem possa incluir as serpentes de sua juba.
  • Uma exceção é o Cérbero do poeta latino Horácio, que tem uma única cabeça de cachorro e cem cabeças de cobra. 
  • Talvez tentando conciliar essas tradições conflitantes, o Cérbero de Apolodoro tem três cabeças de cachorro e as cabeças de “todos os tipos de cobras” ao longo de suas costas, enquanto o poeta  bizantino John Tzetzes (que provavelmente baseou seu relato em Apolodoro) dá a Cérbero cinquenta cabeças, três das quais eram cabeças de cachorro, sendo o resto “cabeças de outros animais de todos os tipos”.
Cerberus, o cão de guarda de três cabeças de Hades, é representado com uma juba de serpentes enroladas e uma cauda serpentina. O pássaro voando acima dele talvez represente uma alma esvoaçante. Hércules entra em cena pela direita, mas apenas sua clava, mãos e pés são visíveis. (século VI AEC).
Uma das duas primeiras representações da captura de Cerberus (composta pelas últimas cinco figuras à direita) mostra, da direita para a esquerda: Cerberus, com uma única cabeça de cachorro e cobras saindo de seu corpo, fugindo para a direita, Hermes, com sua chapéu característico (petasos) e caduceu, Héracles, com aljava nas costas, pedra na mão esquerda e arco na direita, uma deusa, de pé em frente ao trono de Hades, de frente para Hércules, e Hades, com cetro, fugindo para a esquerda. Desenho de uma taça coríntia perdida (cerca de 590–580 AEC) de Argos.
Escultura em relevo parta sincrética de Nergal-Héracles de Hatra no Iraque (I ou II século EC). É possível ver um homem com um cão de três cabeças, uma serpente e escorpiões.

Trabalhos de Héracles

  • Um dos heróis mais famosos da mitologia grega é Héracles (do grego Ἡρακλῆς, ΉΡΑΚΛΗΣ, Iraklis, Herakles, romano Hércules, etrusco Hercle, Hercele, Herecele, Herkle, Hrcle) é um semideus, filho de Zeus e a princesa mortal Alcmena. 
  • Zeus era casado com Hera, a deusa das mulheres, quando gerou Hércules a Alcmena. A infidelidade de Zeus enfureceria Hera, o que levaria Hércules a matar sua esposa e filhos.
  • Alcmena deu à luz Heracles e o criou com seu marido, Anfitrião. Como Héracles era um semideus, ele nasceu com uma força sobre-humana, que ficou evidente nos primeiros meses de vida. Hera era vingativa e odiava Héracles porque ele a lembrava de seu marido infiel, Zeus. Hera tentou matar Héracles quando criança, enviando cobras para seu berço para envenená-lo. Hércules estrangulou as cobras que Hera havia enviado para seu berço, mas a vingança de Hera não pararia por aí.
  • Quando Héracles se tornou adulto, ele se casou com Megara e teve muitos filhos. Sabendo o quanto Hércules amava sua esposa e filhos, Hera enviou uma loucura sobre Hércules que o levou a matar sua esposa e filhos, levando embora tudo o que Hércules amava.
  • Quando Héracles recupera sua consciência, ele percebe o que fez com sua família e é dominado pela dor. Héracles voltou-se para Apolo, um deus que podia oferecer cura, conhecimento e profecia. Apolo disse, através do oráculo de Delfos, a Heracles que ele deveria servir a Euristeu, rei de Tirinto, para compensar seus erros.
  • Hera, ainda determinada a erradicar Héracles do mundo, sugeriu ao rei Euristeu que ordenasse a Hércules que cumprisse doze trabalhos impossíveis. Hera acreditava que Héracles morreria tentando completar esses trabalhos que finalmente o erradicaria do mundo.
  • Os 12 trabalhos de Héracles foram:
    • Matar o leão de Neméia;
    • Matar a hidra de Lerna;
    • Capturar a corça de Cerinéia;
    • Capturar o javali de Erimanto;
    • Limpar os estábulos de Áugias;
    • Matar as aves do Estínfalo;
    • Capturar o touro de Creta;
    • Recuperar as éguas de Diomedes;
    • Pegar o cinto de Hipólita;
    • Recuperar o gado de Gérion;
    • Recuperar três pomos de ouro das Hespérides;
    • Capturar o cão de três cabeças Cérbero;
Heracles capturando Cérbero. Fonte: MMA/Bequest of Phyllis Massar / Science Source.
  • A décima segunda e última tarefa era capturar a besta Cérbero. Sabendo que não poderia entrar no submundo pela entrada onde Cérbero estava, Héracles viajou por uma caverna profunda para entrar no submundo. 
  • Héracles lutou contra muitas bestas e monstros em todo o submundo até chegar a Hades. Héracles perguntou a Hades se ele poderia levar o Cérbero à superfície. Hades concordou, apenas se Hércules pudesse conter a batida com as próprias mãos e sem armas. Héracles foi capaz de subjugar o Cérbero e levá-lo até Euristeu, que exigiu que ele devolvesse o Cérbero ao submundo.
  • Existem relatos que Héracles distraiu Cérbero com bolos de mel com sedativos como a Sibila e que recebeu ajuda da deusa Perséfone.
  • Segundo Diodorus Siculus e Apollodorus, para realizar a descida ao submundo, Héracles precisou se submeter as iniciações dos Mistérios Menores em Elêusis, que fez com que ele fosse ajudado por Hades e Perséfone. De acordo com Diodoro, Hércules foi para Atenas, onde Musaeus, filho de Orfeu, estava encarregado dos ritos de iniciação, enquanto de acordo com Apolodoro, ele foi para Eumolpus em Elêusis.
  • Héracles também contou com a ajuda de Hermes, o guia habitual do submundo, assim como de Atena, segundo a Odisséia, de Homero. Hermes e Atena são frequentemente mostrados com Héracles em pinturas de vasos representando a captura de Cérbero. 

“Enorme Cérbero, monstruosamente deitado em uma caverna confrontando-os, fez toda a região ecoar com este latido de três gargantas. A Sibila, vendo o cobras eriçadas em seu pescoço agora, jogaram-lhe como isca um bolo de mel e trigo infundido com drogas sedativas. A criatura, louca de fome, abriu suas três bocas, engoliu a isca; então seu enorme corpo relaxou e ficou esparramado no chão. chão, toda a extensão de seu canil de caverna. Enéias, passando por sua entrada, o cão de guarda neutralizado, caminhou rapidamente da margem daquele rio [Estige] sem retorno.

Virgílio, Aeneida 6. 417 ss (trad. Day-Lewis) (épico romano século I AEC).

“Como um décimo segundo trabalho, Herakles deveria buscar Kerberos do reino de Hades. Kerberos tinha três cabeças de cachorro, uma serpente como cauda e, ao longo de suas costas, as cabeças de todos os tipos de cobras.”

Pseudo-Apolodoro, Biblioteca 2. 122

“Ele [Herakles] recebeu uma ordem de Eurystheus para trazer Kerberos de Hades para a luz do dia. E assumindo que seria uma vantagem para a realização deste Trabalho, ele foi para Atenas e participou do Mistérios de Elêusis, Musaios (Musaeus), o filho de Orfeu, sendo então encarregado dos ritos iniciáticos… Hércules então, de acordo com os mitos que chegaram até nós, desceu ao reino de Hades e foi bem-vindo como um irmão de Perséfone trouxe Teseu e Peirithous de volta ao mundo superior depois de libertá-los de seus laços. Isso ele conseguiu pelo favor de Perséfone, e recebendo o cachorro Kerberos acorrentado, ele o carregou para o espanto de todos e o exibiu para homens.”

Diodorus Siculus, Library of History 4. 25. 1 (trad. Oldfather) (historiador grego século I AEC)

“A deusa Kore [Perséfone] que entregou Kerberos em suas mãos [de Herakles].”

Plutarco, Life of Nisias 1. 3 (trans. Perrin) (historiador grego século I e II EC)
Perséfone e Hades com Cérbero aos seus pés.
  • Segundo a maioria dos relatos, Héracles fez sua descida ao submundo através de uma entrada em Tainaron, a mais famosa das várias entradas gregas para o submundo. O lugar é mencionado pela primeira vez em conexão com a história de Cerberus no relato racionalizado de Hecateu de Mileto (fl. 500–494 AEC) e Eurípides, Sêneca, e Apolodorus, todos têm Hércules descendo ao submundo lá.  
  • No entanto, Xenofonte relata que Heracles foi dito ter descido no Acherusian Chersonese perto de Heraclea Pontica , no Mar Negro , um lugar mais comumente associado com a saída de Heracles do submundo. Heraclea, fundada cerca 560 AEC, talvez tenha recebido seu nome da associação de seu local com a façanha cerberiana de Heracles. 
  • Outros relatos racionalizados fazem de Cérbero um cachorro normal. De acordo com Palaephatus (século IV AEC). Cérbero era um dos dois cães que guardavam o gado de Geryon, sendo o outro Orthrus. Geryon viveu em uma cidade chamada Tricranium (em grego Tricarenia, “Três Cabeças”), de cujo nome tanto Cérbero quanto Geryon passaram a ser chamados de “três cabeças”. Héracles matou Orthus e afugentou o gado de Geryon, com Cérbero seguindo atrás. Molossus, um micênico, ofereceu-se para comprar Cérbero de Eurystheus (presumivelmente tendo recebido o cachorro, junto com o gado, de Héracles). Mas quando Eurystheus recusou, Molossus roubou o cachorro e o encurralou em uma caverna em Tainaron. Eurystheus ordenou que Héracles encontrasse Cérbero e o trouxesse de volta. Depois de vasculhar todo o Peloponeso, Héracles descobriu onde se dizia que Cérbero estava sendo mantido, desceu à caverna e trouxe Cérbero, após o que foi dito: “Héracles desceu pela caverna até o Hades e trouxe Cérbero.”
Estátua de Heracles e Cérbero, de Antonin Pavel Wagner, Michaelertor, Palácio de Hofburg, Viena, Áustria. Fonte: Jebulon.

Teseu e Perítoo no submundo

  • Perítoo (do grego Πειρίθοος ou Πειρίθους , derivado de περιθεῖν , peritheein, transliterado Perithous) foi rei dos lapiths de Larissa na Tessália e era melhor amigo de Teseu (do grego: Θησεύς,  transliterado Thēséus) um grande herói ateniense, ele era para a Ática o equivalente dórico Héracles para o Peloponeso.
  • A esposa de Perítoo, Hippodâmia morreu após ao nascimento de seu filho Polipoetes. Perítoo foi visitar Teseu em Atenas. Perítoo e Teseu prometeram casar com filhas de Zeus. Teseu escolheu Helena de Esparta, onde ambos sequestraram ela com 13 anos até ela fazer idade de casar. Perítoo escolheu Perséfone.
  • Apesar da insistência de Teseu para que Perítoo desistisse da ideia, eles acabaram indo até o submundo em busca de Perséfone.
Teseu e Perítoo jogando dados por Helena (1831). Artista: Odorico Politi (1785-1846).
  • Quando eles pararam para descansar durante a descida ao submundo, as Erínias apareceram diante deles que amarrou eles em uma rocha. Teseu é libertado por Héracles, mas não conseguiram salvar Perítoo. Perítoo por ter cometido o crime de hybris, por querer a esposa do soberano do submundo, Hades manda Cérebo devorá-lo sem piedade.
  • Quando Teseu volta para Atenas, Helena que estava com sua mãe Aethra em Aphidnae, já tinha sido resgada pelos Dióscuros (irmãos gêmeos de Helena, Castor e Pólux) que levaram ela de volta para Esparta junto com a mãe de Teseu e sua irmã Physadeia.
  • No relato racionalizado de Philochorus, em que Héracles resgata Teseu, Perithous é comido por Cérbero. Nesta versão da história, Aidoneus (Hades) é o rei mortal dos molossos , com uma esposa chamada Perséfone, uma filha chamada Koré e um grande cachorro mortal chamado Cérbero, com quem todos os pretendentes de sua filha deveriam lutar. Depois de ter roubado Helen, para ser a esposa de Teseu, Teseu e Perithous, tentam sequestrar Koré, para Perithous, mas Aidoneus pega os dois heróis, aprisiona Teseu e alimenta Perithous com Cérbero. Mais tarde, enquanto hóspede de Aidoneus, Héracles pede a Aidoneus que liberte Teseu, como um favor, que Aidoneus concede.
  • Em uma versão, os amigos resolveram descer aos Infernos para raptar Perséfone, filha de Zeus com Deméter. Hades, o senhor dos Infernos, astuciosamente os convidou para sentar e comer, e prendeu-os aos assentos infernais. Mais tarde, quando Héracles foi libertá-los, somente lhe foi permitido levar Teseu. Pirítoo ficou preso no Hades até a eternidade, vigiado por Cérbero. Outra lenda afirma que Pirítoo acabou devorado pelo monstruoso cão de três cabeças.
  • Em outra versão, de Plutarco, Perséfone era o nome da esposa de Aidoneus, rei dos molossos, no Epiro. Ele capturou Teseu e Pirítoo, e matou Pirítoo com seu cão, chamado Cérbero.

Simbologia de Cérbero

  • No século VI AEC, alguns escritores antigos tentaram explicar várias características fantásticas da mitologia grega; incluídos neles estão vários relatos racionalizados da história de Cérbero. O relato mais antigo (final do século VI AEC) é o de Hecateu de Mileto. Em seu relato, Cérbero não era um cachorro, mas simplesmente uma grande cobra venenosa, que vivia em Tainaron. A serpente era chamada de “cão de Hades” apenas porque qualquer pessoa mordida por ela morria imediatamente, e foi essa cobra que Héracles trouxe para Euristeu. 
  • O geógrafo Pausânias aponta que, uma vez que Homero não descreve Cérbero, o relato de Hecateu não necessariamente entra em conflito com Homero, já que o “Cão de Hades” de Homero pode não se referir de fato a um cão real.
  • Heráclito, o paradoxógrafo grego do século II EC (não confundir com o filósofo grego do século V AEC) afirmou que Cérbero tinha dois filhotes que nunca se afastavam do pai, o que fazia Cérbero parecer ter três cabeças.
Héracles arrasta Cerberus, o cão de Hades, do submundo em uma coleira como um de seus doze trabalhos. O herói veste uma capa de pele de leão e ergue um arco para subjugar a fera. Ele é acompanhado pelo deus Hermes, guia dos mortos, que usa um boné pontudo e segura uma varinha de arauto (kerykeion ) na mão (cerca de 525-520 AEC, Museu de Belas Artes, Boston).
  • Sérvio, um comentarista medieval da Eneida de Virgílio, derivou o nome de Cérbero da palavra grega creoboros, que significa “devorador de carne”, e sustentou que Cérbero simbolizava a terra consumidora de cadáveres, com o triunfo de Héracles sobre Cérbero representando seu vitória sobre os desejos terrenos. 
  • Mais tarde, o mitógrafo Fulgentius, alegoriza as três cabeças de Cérbero como representando as três origens da luta humana: “natureza, causa e acidente” e (baseando-se na mesma etimologia devoradora de carne de Sérvio) como simbolizando “os três idades – infância, juventude, velhice, em que a morte entra no mundo.” Escreveu que Cérbero era representado com três cabeças, porque as posições do sol acima da terra são três – nascer, meio-dia e pôr-do-sol.
  • Os mitógrafos vaticanos posteriores repetem e expandem as tradições de Sérvio e Fulgêncio. Todos os três mitógrafos do Vaticano repetem a derivação de Sérvio do nome de Cérbero de creoboros. O mitógrafo do Vaticano II repete (quase palavra por palavra) o que Fulgêncio tinha a dizer sobre Cérbero, enquanto o mitógrafo do Vaticano III, em outra passagem muito semelhante à de Fugêncio, diz (mais especificamente do que Fugêncio), que para “os filósofos” Cérbero representavam o ódio, suas três cabeças simbolizando os três tipos de ódio humano: natural, causal e casual (ou seja, acidental).
  • Os mitógrafos do Vaticano II e III observam que os três irmãos Zeus, Poseidon e Hades têm insígnias tripartidas, associando o Cérbero de três cabeças de Hades, o raio de três pontas de Zeus e o tridente de três pontas de Poseidon , enquanto o Terceiro O mitógrafo do Vaticano acrescenta que “alguns filósofos pensam em Cérbero como a terra tripartida: Ásia, África e Europa. Esta terra, engolindo os corpos, envia as almas para o Tártaro”.
  • Virgil descreveu Cérbero como “faminto” (fama rabida), e um Cérbero voraz tornou-se proverbial.  Assim, Cérbero passou a simbolizar a avareza, e assim, por exemplo, no Inferno de Dante, Cérbero é colocado no Terceiro Círculo do Inferno, guardando os glutões, onde ele “rasga os espíritos, esfola e esquarteja-os”, e Dante (talvez ecoando a associação de Sérvio de Cérbero com a terra) faz seu guia Virgílio pegar punhados de terra e jogá-los nas “goelas vorazes” de Cérbero.
Virgil alimentando a terra de Cerberus no Terceiro Círculo do Inferno. Ilustração da obra “Inferno de Dante” do escritor Gustave Doré.

Constelação de Cérbero

  • Na constelação Cérbero introduzida por Johannes Hevelius em 1687, Cerberus é desenhado como uma cobra de três cabeças, segurada na mão de Hércules. Anteriormente, essas estrelas eram representadas como um galho da árvore em que cresciam as Maçãs das Hespérides.
Constelação de Cérbero. Artista: Johannes Hevelius (1687).
A combinação “Cerberus et Ramus” de Cerberus e Ramus Pomifer pode ser vista nesta placa de Urania’s Mirror (cerca de 1825).

Cérbero na cultura popular

I) Fofo, cão de três cabeças

  • No primeiro filme da saga do Harry Potter, a Pedra Filosofal também é representado um cão de três cabeças que guarda a entrada para o local onde a Pedra Filosofal era guardada.
  • Ele era um cão que estava sob cuidados de Hagrid, o guarda-caça de Hogwarts.
  • É interessante como ele é representado como um guardião que caía no sono com música.

II) Ros, Assassin’s Creed Odyssey

  • Na franquia de jogos de video game Assassin’s Creed Odyssey, o cão Cérbero também é retrado como animal de estimação de Perséfone e Hades. Ele tem o apelido de Ros, em siminutivo de Cerberos, em inglês.
  • O animal tem duas formas: uma de um cachorro caramelo e outra de um cão de três cabeças que enfrenta o protagonista do jogo.

Cérbero na bruxaria

  • Cérbero pode atuar como um guardião e protetor. Por isso, você pode associar a ele elementos da família da proteção e do banimento.
  • Você pode conversar e negociar que Cérbero proteja a sua casa, local, pessoa ou uma egrégora.
  • Você também pode trabalhar com Cérbero em trabalhos de exorcismo e necromancia para que ele impeça que um espírito que saia do submundo para te causar infortúnios ou que ele ajude a levar de volta ao submundo um espírito que esteja causando problemas.
  • É possível trabalhar com a energia protetora e raivosa de Cérbero para vinganças que envolvem pessoas que ultrapassaram limites territoriais ou espíritos invasores.
  • Você pode usar a magia de amarração e magia de bonecos negociando com Cérbero de que sua energia fique impregnada em um objeto ou boneco que proteja os limites de sua casa, enterrando o objeto nas limitações da sua casa e depois fazer libações sobre a terra para alimentar a energia do boneco.
  • Você pode convidar Cérbero para ir a sua frente em lugares que você não se sente seguro.
  • Você pode negociar com ele a sua entrada nas regiões mais profundas da sua psiquê para que ele permita a sua saída segura.
  • A sua prática com ele pode ser feita em associação com deuses ctônicos associados a sua energia, como Hades, Perséfone, Hécate, Hermes e Heracles.
Cérberus. Artista: William Blake.

Referências

  1. Carvalho, T. R. (2020). A Descida de Perítoo ao Hades (fr. 280 MW): tradução e análise. Translatio, (20), 187-197.
  2. Kerberos. Disponível em <https://www.theoi.com/Ther/KuonKerberos.html> Acessado em 12/05/2023.
  3. Cerberus. Disponível em <https://www.britannica.com/topic/Cerberus> Acessado em 12/05/2023.
  4. Cerberus. Disponível em <https://en.wikipedia.org/wiki/Cerberus> Acessado em 12/05/2023.
  5. Pirithous. Disponível em <https://en.wikipedia.org/wiki/Pirithous> Acessado em 12/05/2023.
  6. Theseus. Disponível em <https://en.wikipedia.org/wiki/Theseus> Acessado em 12/05/2023.
  7. What were the 12 Labors of Hercules? Disponível em <https://www.theoi.com/articles/what-were-the-12-labors-of-hercules/> Acessado em 12/05/2023.
  8. 12 trabalhos de Hércules. Disponível em <https://www.hipercultura.com/12-trabalhos-de-hercules/> Acessado em 12/05/2023.
  9. Ros. Disponível em <https://assassinscreed.fandom.com/wiki/Ros> Acessado em 21/05/2023.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze + 15 =

error: O conteúdo é protegido!

Notice: file_put_contents(): Write of 109868 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172

Notice: file_put_contents(): Write of 86 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172

Notice: file_put_contents(): Write of 59046 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172

Notice: file_put_contents(): Write of 572 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172

Notice: file_put_contents(): Write of 217 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172

Notice: file_put_contents(): Write of 4063 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172

Notice: file_put_contents(): Write of 38553 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172

Notice: file_put_contents(): Write of 102283 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172

Notice: file_put_contents(): Write of 981 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172

Notice: file_put_contents(): Write of 999 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172

Notice: file_put_contents(): Write of 1125 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172

Notice: file_put_contents(): Write of 8132 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172

Fatal error: Uncaught ErrorException: file_put_contents(): Write of 416 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php:172 Stack trace: #0 [internal function]: litespeed_exception_handler() #1 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php(172): file_put_contents() #2 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/optimize.cls.php(809): LiteSpeed\File::save() #3 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/optimize.cls.php(769): LiteSpeed\Optimize->_build_single_hash_url() #4 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/optimize.cls.php(349): LiteSpeed\Optimize->_src_queue_handler() #5 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/optimize.cls.php(264): LiteSpeed\Optimize->_optimize() #6 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-includes/class-wp-hook.php(324): LiteSpeed\Optimize->finalize() #7 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-includes/plugin.php(205): WP_Hook->apply_filters() #8 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/core.cls.php(477): apply_filters() #9 [internal function]: LiteSpeed\Core->send_headers_force() #10 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-includes/functions.php(5373): ob_end_flush() #11 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-includes/class-wp-hook.php(324): wp_ob_end_flush_all() #12 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-includes/class-wp-hook.php(348): WP_Hook->apply_filters() #13 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-includes/plugin.php(517): WP_Hook->do_action() #14 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-includes/load.php(1260): do_action() #15 [internal function]: shutdown_action_hook() #16 {main} thrown in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172