Rituais & Feitiços

Banimentos

Introdução

  • Banimento (do inglês “banishing”) é um empurrão e remoção forçada não apenas de energias indesejadas, mas as vezes de pessoas.
  • Feitiços de banimento, proteção e exorcismos podem fazer parte da mesma categoria mágica para muitas pessoas porque todos tem como objetivo se evitar energias indesejadas. A categorização é meramente didática.
  • No feitiço de proteção, você levanta um escudo de proteção para prevenir caso chegue a energia indesejada. Nesse caso, não se tem certeza se está acontecendo ou não um ataque mágico.
  • O feitiço de exorcismo é a expulsão de uma energia indesejada que já está presente e provavelmente de fonte conhecida. Nem sempre se trata de possessões. Pode ocorrer por você ter permitido ser influenciado por alguma pessoa e você quer expulsar um padrão de pensamento ou comportamento. Pode ser um ataque energético ou um espírito que está te incomodando.

Quando fazer um banimento?

  • Sempre que você se sentir frágil. Se você está em um local que não conhece ou sentiu uma energia que te transmitiu uma sensação indesejada. Faça um banimento.
  • Sempre que for iniciar e finalizar um ritual. É muito bom ter o hábito de fazer um banimento antes e depois dos rituais para você se certificar de que não quer intrometidos no seu ato mágico. No começo funciona como um alerta de que apenas foi convidado para o seu círculo pode entrar. No final é para confirmar que nada nenhuma energia além das emanadas possam ressoar para o Universo.
  • Ao acordar e antes de dormir. É bom iniciar o dia com um banimento para que suas firmezas estejam de pé para que seu dia não tenham influências indesejadas. Antes de dormir é para se proteger no mundo dos sonhos.
  • Em objetos novos. Acabou de comprar um item que será usado em um ato mágico. Faça um banimento nele para que as energias das pessoas que já o tocaram desde a sua confecção até a sua compra sejam banidas dele. Em seguida, prossiga com uma consagração. Se você tocou em um objeto e sentiu algo que te incomodou, faça um banimento, mesmo que ele não seja usado para um fim mágico.
Banimento.

Qual banimento fazer?

  • Para um banimento ser efetivo, ele precisa fazer sentido para você como uma expulsão. Então, é preciso testar e ver quais funcionam para o seu psicológico entender que você está se empoderando em uma situação de fragilidade.
  • De maneira prática, eu aconselho que você tenha pelo menos três tipos de banimentos no seu repertório:
    • Um método simples e discreto que te permita fazer em ambientes públicos. 
    • Um método ritualístico que você possa fazer durante seus atos mágicos.
    • Um método elaborado para desfazer feitiços que funcionaram errado ou para situações mais complexas de obsessão ou possessão.*
  • ALERTA! Se você não se sente confiante para lidar com alguma energia, não o faça. Recorra a pessoas experientes.
  • Os banimentos podem ser de diferentes tipos:
    • Sonoros – Com uso de sons de instrumentos musicais, músicas ou entoados. 
    • Físicos – Com sigilos, amuletos, ramos de ervas, etc.;
    • Mentais – Com visualizações de símbolos ou fazendo esses símbolos no ar com o seu dedo ou instrumento equivalente.
  • Você pode inclusive potencializar seu banimento com diferentes tipos de banimento ao mesmo tempo. Agora darei algumas dicas para te ajudar a ter ideias, mas o ideal é que você crie os seus próprios banimentos.

Terrorismo mágico

  • Existem alguns métodos na bruxaria que são considerados padrão. Isso porque muitas bruxas repetem esse mesmo padrão. Provavelmente porque existem comportamentos e símbolos que já estão no inconsciente coletivo e possuem uma egrégora.
  • Só que se você testou um padrão e ele não teve o efeito psicológico que dizem que ele proporciona, de nada adianta. Esse é um dos motivos da bruxaria ser um caminho de estudo e prática. Você precisa praticar para ver o que funciona para você. 
  • Um exemplo disso é o uso do pentagrama e o uso da vela para banimentos e invocações. O movimento de cima para baixo ou baixo para cima é banimento para uns e invocação para outros. Teste, sinta e perceba o que significa contigo.
  • Nas figuras abaixo mostro o que funciona para mim:

Exemplos de banimentos

1) Banimentos discretos

  • Viu alguma coisa que te deixou mal? Veja um vídeo engraçado ou equivalente. Dê risadas. Mude o padrão de pensamento de medo ou insegurança para algo divertido;
  • Estale os dedos formando um símbolo no ar;
  • Faça o movimento de limpar poeira da roupa e visualize o sentimento ruim ou a energia lançada para você sendo expulsa;
  • Coloque uma música de banimento nos fones de ouvido e ouça atentamente. É aconselhável já ter uma playlist com esse intuito que seja de fácil acesso;
  • Passe a mão na frente do seu corpo formando um escudo energético;
  • Desenhe um sigilo de proteção ou banimento em um papel repetidas vezes;
  • Visualize no celular uma imagem que te remeta a proteção, pode ser um símbolo mágico, situação divertida, uma lembrança legal. Inclusive pode deixar de papel de parede um símbolo de banimento;
  • Faça uma prece para os deuses ou espíritos de sua confiança te protegerem.
Exemplo de papel de parede discreto.

2) Banimento ritualístico

  • Faça um poema de banimento;
  • Faça o círculo mágico;
  • Defume ervas de proteção ao redor da sua casa e/ou área ritualística;
  • Cante uma música de banimento;
  • Vista uma vela preta com um óleo (de cima para baixo) para que a vela puxe as energias indesejadas e depois de terminar de queimar, quebre a cera e jogue no lixo. Você pode complementar colocando o nome da pessoa que está te atacando riscado na vela, se for o caso;
  • Fixe na sua área ritualística elementos de banimento como sachês com ervas da família de proteção ou sigilos de banimento. Chame por suas energias durante o ato mágico;
  • Toque um instrumento de percussão (elemento terra) para energias indesejadas serem aterradas ou um sino (elemento ar) para as energias indesejadas serem levadas com o vento;
  • Com o seu dedo, varinha ou athame, desenhe no ar um símbolo de banimento nos pontos cardeais. Você também pode formar o símbolo estalando os dedos.
Círculo de proteção.

3) Banimentos complexos

  • Depende muito da origem e do tipo de energia indesejada. Normalmente requer vários atos mágicos para potencializar o banimento e prolongar o ato mágico.
  • Banho de ervas da família da purificação e da proteção.
  • Se for um banimento em um objeto, você pode colocar ele dentro de uma caixa e deixar ele mergulhado em sal grosso. Colocar a caixa no centro de um círculo de velas pretas. Velas pretas vestidas com óleo protetor (exemplo: azeite, cravos-da-índia e arruda) e sal grosso. Depois enterre a caixa longe da sua casa.
  • Prepare um encantamento de banimento. Peça ajuda de mentores espirituais, deuses ou espíritos que sejam próximos de você para te auxiliar.
  • Se for uma energia enviada por uma pessoa, você pode usar a boneca mágica representando a pessoa e fazendo potencializações nessa boneca para ela mudar os padrões de pensamento.
  • Você pode fazer uma representação da pessoa ou da situação que você quer banir e colocar dentro de uma caixa de espelhos consagrada para banimento.
Banimentos complexos: caixa de espelhos.
Banimentos complexos: boneca mágica.

O que a Héspera faz?

  • Eu busco ter um equilíbrio psicológico que me deixe mais segura e estável. Com isso, fica mais difícil alguém afetar você. Por exemplo, alguém te chama de feia. Isso pode te fazer mal se você estiver com uma auto estima abalada ou simplesmente se tornar só uma pessoa a ser ignorada por estar louca. Assim é para todas as questões da vida. Para ser atacado, é preciso ter alguma fragilidade a ser explorada. Por isso, faça terapia e esteja com pessoas que te fazem bem. Acabe com relações tóxicas.
  • Caso eu precise de um banimento discreto, eu prefiro músicas. Então depende do tipo de energia indesejada que eu senti. Se alguém me fez se sentir feia, eu ouço algo empoderador, músicas feitas por mulheres que eu admiro ou que me façam se sentir poderosa. Se for algo que me fez se sentir triste, eu ouço algo divertido, risada é muito poderoso para mim. 
Uma boa companhia dando risada é um excelente banimento.
  • Quando eu acordo e quando vou dormir, gosto de fazer uma prece para Perséfone me proteger.
  • Como banimento ritualístico, eu gosto de abrir o círculo mágico e fazer símbolos de espirais ou pentagramas no ar usando a varinha, enquanto digo encantamentos simples e claros como: “Que se afaste o que não foi convidado. Que nenhuma energia indesejada entre ou saia desse espaço.”
  • Eu também utilizo símbolos que me remetem a energias de poder, como o romã e a coroa que me lembra do meu poder interior. As chaves e strophalos que me ensinaram a trancar o que não quero e abrir o que preciso.
Alguns símbolos poderosos para a Héspera.
  • Quando quero anular um feitiço, faço encantamos como “Que a energia desse feitiço seja anulada!” e faço espirais com ramo de arruda.
  • A vela preta vestida com óleo de banimento (azeite, arruda e 13 cravos) com sal grosso é muito poderosa para mim. Principalmente para banir energias de ambientes.
Vela preta vestida com sal grosso.
  • Felizmente não precisei fazer banimentos complexos, mas mantenho alguns em mente para caso precise. Caso eu perceba que eu não tenho como lidar com algo, pedirei ajuda sem problemas. Muitas vezes ataques mais sérios nos deixam muito abalados psicologicamente, o que nos impede de agir quando é conosco. Então, inclusive se você for uma pessoa treinada e capaz de fazer banimentos poderosos para outras pessoas, pode ser que não saiba lidar quando a situação é contigo ou com alguém próximo.
  • Eu sempre faço consultas oraculares para confirmar se o que estou sentindo é real ou paranóia. Muitas vezes achamos que estamos sob ataque, mas é só uma questão psicológica que se trata com terapia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × cinco =

error: O conteúdo é protegido!