Chá com a bruxa

Sagrado Feminino e Sagrado Masculino

Introdução

  • Para entendermos o que é Sagrado Feminino e o que é Sagrado Masculino é importante entendermos como a sociedade e família onde nascemos pode controlar, moldar e pressionar nossas escolhas em uma direção considerada padrão. 
  • Antes mesmo de nascermos, ao ter o sexo biológico revelado em uma ultrassonografia, já sofremos as pressões das expectativas dos nossos pais e familiares sobre o nosso comportamento e preferências.
  • A primeira infância é inundada pelas ideias de meninas usam rosa e brincam de boneca, meninos usam azul e brincam de carrinho. Depois somos ensinados a como falar, como se sentar, que tipo de roupa vestir, tom de voz e como tratar o sexo oposto.
  • Quando começamos a conhecer nossos corpos e nossos desejos sexuais, já somos encaminhados para os contos de fadas, com princesas sendo salvas pelos príncipes. Começamos a ser empurrados para caixas padrões: a heteronormatividade, padrão de beleza e escolhas profissionais estáveis.
  • As mulheres ideais são as magras, vaidosas, sabem cozinhar e cuidam bem da casa, são maternais, querem ser mães e sabem ser submissas ao seu marido. 
  • Os homens exemplares tem um bom emprego, carro novo, pagam as contas, não deixam faltar nada na casa, não choram, fazem reparos na casa.
  • A pergunta que fica é: Quem você seria se não fossem essas pressões externas moldando os seus comportamentos? 
  • Essa resposta talvez nunca chegue, porque é impossível se desconectar totalmente da cultura de onde estamos inseridos. No entanto, reconhecer que existe essa manipulação e que nossas escolhas são feitas com base em uma estrutura é um passo importante para tomarmos nossas decisões com clareza.
  • Na publicação de hoje mergulhamos nesse mundo para entendermos como isso pode influenciar a nossa jornada de autoconhecimento, enfrentamento de sombras, prática de magia e contato com as divindades.

Conceitos básicos

I) Sexo Biológico

  • A espécie humana possui dimorfismo sexual, ou seja, fêmeas e machos possuem características físicas, genéticas e bioquímicas diferentes. Isso é determinado após a fecundação.
    • Fêmea – A pessoa que nasceu com as características físicas de fêmea. Exemplo: Menor produção do hormônio testosterona, sistema reprodutor feminino, 22 cromossomos autossômicos e um par de cromossomos sexuais XX, pelve mais larga.
    • Macho – A pessoa que nasceu com as características físicas de macho. Exemplo: Maior produção do hormônio testosterona, sistema reprodutor masculino, 22 cromossomos autossômicos e um par de cromossomos sexuais XY, pelve estreita.
    • Interssexuais – A pessoa que nasceu com as características físicas transitórias entre fêmea e macho. Exemplos: pessoas com baixa sensibilidade a testosterona, pessoas com anomalias genéticas.

II) Identidade de gênero

  • Diz respeito a como a pessoa de identifica.
    • Cisgênero – A pessoa que se identifica com o seu sexo biológico.
    • Transgênero – A pessoa que não se identifica com o seu sexo biológico.
    • Travesti – A pessoa que tem expressão de gênero de mulher, mas não se indetifica como macho ou fêmea.
    • Não-binário – A pessoa não se identifica com nenhum dos sexos biológicos ou se identifica como uma mescla de ambos.

III) Expressão de gênero

  • Diz respeito a como a pessoa expressa o seu gênero, forma de falar, se vestir e se comportar.
    • Mulher – Depende do contexto cultural do que é considerado uma expressão de mulher.
    • Homem – Depende do contexto cultural do que é considerado um expressão de homem.
    • Andrógeno – A pessoa que se expressa como mulher e homem simultaneamente.

IV) Orientação sexual

  • Diz respeito a preferência de gênero que a pessoa possui para seus parceiros de relações sexuais. A preferência para relação sexual pode não ser a mesma que a preferência de parceiros para relações românticas. Existem diferentes concepções:
    • Homossexual – A pessoa que tem interesse de fazer relações sexuais ou amorosas com pessoas do mesmo gênero que ela. Exemplo: Lésbicas (duas mulheres) e Gays (dois homens);
    • Heterossexual – A pessoa que tem interesse de fazer relações sexuais ou amorosas com pessoas de gênero oposto ao dela.
    • Bissexual – A pessoa que tem interesse de fazer relações sexuais ou amorosas com homens ou mulheres.
    • Panssexual – A pessoa que tem interesse de fazer relações sexuais ou amorosas com pessoas independendo do gênero que o parceiro se indentifica ou expressa.
    • Assexual – A pessoa que não tem interesse de fazer relações sexuais ou amorosas, independente do gênero do parceiro;
    • Demissexual – A pessoa que não tem interesse de fazer relações sexuais com alguém que não tem envolvimento romântico.

Princípio de Gênero do Hermetismo

  • O sétimo princípio da filosofia hermética trata do gênero:

“O Gênero está em tudo; tudo tem o seu princípio masculino e o seu princípio feminino; o gênero se manifesta em todos os planos” – O Caibalion.

  • No hermetismo, essa máxima é válida para o plano físico, mental e espiritual. Com isso, todas as criaturas possuem esses dois princípios. As fêmeas possuem princípio masculino, assim como os machos possuem princípio feminino.

Árvore da Vida da Cabala

  • Na Árvore da Vida da Cabala, é possível interpretar suas esferas (sephiroth) como aspectos microscósmico do desenvolvimento humano ou do macrocosmíco de formação do Universo. 
  • Segundo o método cabalístico, o Universo começa em Kether, que é a centelha divina, de onde vem todas as coisas, sendo um princípio sem distinção de sexo. A última esfera é a Malkuth, o homem.
  • A árvore é separada por três pilares:
    • Boaz (Severidade) – Esquerda, aspectos femininos, restritivos e negativos.
    • Jachin (Misericórdia) – Direita, aspectos masculinos, expansivos e positivos.
    • Zohar – Central, aspectos intermediários.
  • As esferas da árvore incluem:
  1. Kether (Coroa) – É a essência de todas as coisas, atemporal e livre. A gênese de todas as coisas.
  2. Chokmah (Sabedoria) – O Grande Pai, Abba. Infinitamente expansivo, de onde derivam as manifestações artísticas. Lado direito do cérebro, o mundo das ideias, criatividade.
  3. Binah (Entendimento) – A Grande Mãe, Amma. Ela fez com que a força infinita de Chokmah se tornasse limitada, equilibrando-se reciprocamente com ele. É a lógica  que dá definição à inspiração e energia ao movimento. Lado esquerdo do cérebro, razão, organiza pensamentos em algo concreto.
  4. Chesed (Misericórdia) – Representa o desejo de compartilhar incondicionalmente, generosidade sem preconceitos, extrema compaixão. 
  5. Geburah (Julgamento) – Representa o desejo de contenção e de questionar os impulsos. Canaliza sua energia por meio de objetivos, com o intuito de superar obstáculos e transformar a própria natureza.
  6. Tipareth (Beleza) – Transforma em beleza Chokmah, Binah e Kether. A sabedoria e o entendimento, com a luz do conhecimento. 
  7. Netzach (Vitória) – É a energia dos sentimentos. Existe a vontade de reciprocidade, busca pelo próximo e a superação dos próprios limites. Funciona como o princípio fertilizador do espermatozóide masculino.
  8. Hod (Esplendor) – Representa o pensamento concreto. É um canal de aprimoramento interno, de identificação com o próximo, sendo uma forma de aceitação do pensamento, de conhecimento. Funciona como o princípio receptivo do ovócito feminino.
  9. Yesod (Fundamento) – Representa o Plano Astral. Funciona como um reservatório onde todas as inteligências emanam seus atributos que são misturados, equilibrados e preparados para a revelação material. É a compilação das oito emanações.
  10. Malkuth (Reino) – Representa o mundo físico, onde é revelado o material compilado das oito emanações. É o canal da manifestação, desejando a recepção das sephiroth. É a distância de Kether que provoca esse desejo, criando a sensação de falta.
  11. Daat (Conhecimento) – Representa uma falsa sephirah porque não é uma emanação independente como as outras dez. Ela depende de Chokmah e Binah. Também é considerada como a imagem de Tipareth. É o abismo, o caos aleaório do pensamento.

Yin e Yang

  • São conceitos do taoísmo que expõem a dualidade de tudo que existe no Universo. 
  • São forças opostas e complementares que se encontram em todas as coisas que surgem a partir do tao, princípio gerador de todas as coisas.
  • Yin é o princípio da noite, lua, passividade e absorção.
  • Yang é o princípio da noite, sol, atividade e expansão.
  • Nada existe em um estado puramente yin ou puramente yang.
Símbolo taoísta chamado Tei-gi.

Anima e Animus

  • Eles são arquétipos propostos por Jung através de sua interpretação do Yin-Yang. A Anima corresponde ao Yin e o Animus corresponde ao Yang.
  • Esses arquétipos são complementares que fazem a conexão entre o consciente e o inconsciente. O balanço entre anima-animus faz com que nos adaptemos ao mundo interno. Em contraponto aos arquétipos de persona-sombra que nos adaptam ao mundo externo.
  • No campo da psicologia, existe uma discussão se anima-animus tem relação com o sexo biológico da pessoa ou sua identidade de gênero. O debate não está fechado.
    • Alguns falam que em uma consciência masculina, o inconsciente é feminino. Assim como em uma consciência feminina, o inconsciente é masculino. 
    • Outros falam que essa percepção de feminino e masculino pode ser alterada ao longo da vida.

Expressão de gênero: o que é feminino e o que é masculino?

  • Como já deve ter sido possível notar, são criados inúmeras caixas na tentativa de explicar a grande complexidade do que é viver, amar e se expressar. A medida que os seres humanos vão se conhecendo e experimentando a grande diversidade que existe em nós, mais caixas vão sendo formadas.
  • Diferentes filosofias tentam descrever o que é feminino e o que é masculino. Existe um certo padrão entre elas. O feminino é receptivo e passivo; o masculino é expansivo e ativo. 
  • O grande mistério é: todos possuímos esses dois princípios dentro de nós. 
  • É um erro a atribuição de que os homens devem se comportar com uma predominância do princípio masculino e as mulheres com uma predominância do princípio feminino.
  • O papel da mulher e do homem é uma construção cultural e depende do contexto temporal e físico de onde essas pessoas vivem.
  • As pessoas devem ter a opção de fazer e se identificarem da forma que quiserem. Sem julgamentos e sem esteriótipos. A vida deve ser aproveitada com plenitude. Se você não se encaixa em nenhuma caixa, o problema não é você. Somos seres praticamente ilimitados. Respeite a escolha do outro e seja feliz.

Círculos de Sagrado Feminino e Sagrado Masculino

  • Pessoas que se identificam com o gênero feminino possuem pressões diferentes daquelas pessoas que se identificam com o gênero masculino.
  • Isso gerou a necessidade da formação de círculos de mulheres e círculos de homens para discutir essas diferentes situações que eles são submetidos desde antes do seus nascimentos.
  • A intenção desses grupos não é fazer com que mulheres só estimulem o Sagrado Feminino e nem que os homens só estimulem o Sagrado Masculino. A finalidade é que ambos consigam equilibrar essas energias dentro de si.
  • Resgatar esse equilíbrio é algo importante para sabermos que não existe “coisa de mulher” ou “coisa de homem”, desconstruindo essa ideia. Assim entendemos que só existe uma vida que deve ser vivida plenamente, sem amarras. 
  • Obviamente que questões de desigualdade social, intolerância religiosa, homofobia, racismo, etnia e idade também influenciam nesse processo de equilíbrio criando diferentes recortes dentro desses grupos. Isso não pode ser ignorado.
  • Infelizmente existem grupos que acabam não levando esses recortes em conta, além de muitos grupos também serem transfóbicos. Por isso, fique atento a quem faz um trabalho sério que não seja voltado para o lucro.
  • Se você não tem acesso a nenhum desses grupos, busque vivências que podem ser feitas de maneira solitária para que você consiga ter contato com as suas sombras de maneira segura. 
  • É importante salientar que esses grupos ajudam, mas não substituem a terapia com profissionais de psicologia, por isso, é fundamental que seja um trabalho em conjunto com um psicólogo.
  • Uma vez sendo superada essa limitação de papéis entre gêneros, a tendência seria não existirem círculos focados em mulheres ou homens. O ideal é que em algum momento os círculos possam realizar atividades que contemplem ambos os gêneros.

Temáticas

Círculo de Sagrado Feminino

  • Sensibilidade, fragilidade e vitimismo;
  • Autoestima, cuidados com o corpo e padrões de beleza;
  • Expressões artísticas;
  • Sororidade;
  • Maternidade, parto e educação libertadora;
  • Trabalhos domésticos;
  • Ciclo menstrual – mudanças hormonais e comportamentais, métodos de coleta menstrual;
  • Sexo – desejos, métodos contraceptivos, prazer, masturbação e pornografia;
  • Amor e relacionamento abusivo;
  • Empoderamento e liderança;
  • Jardinagem e culinária;
  • Velhice, menopausa e morte;
  • Realização profissional;
  • Deusas e deuses;
  • Sombras (agressões, pedofilia, estupro, etc.);
  • Preconceitos – Como identificar, desconstruir e construir um novo olhar;
  • Temáticas trans (ereção, hormônios, questões físicas);
  • Feminismo – Malefícios de uma sociedade sem igualdade entre os gêneros.

Círculo de Sagrado Masculino

  • Sensibilidade, intuição, violência e brutalidade;
  • Expressões artísticas;
  • Paternidade, parto e educação libertadora;
  • Trabalhos domésticos;
  • Sexo – desejos, métodos contraceptivos, prazer, masturbação e pornografia;
  • Amor e relacionamento abusivo;
  • Autoestima, cuidados com o corpo e padrões de beleza;
  • Velhice, menopausa e morte;
  • Realização profissional;
  • Jardinagem e culinária;
  • Deusas e deuses;
  • Sombras (agressões, pedofilia, estupro, etc.);
  • Preconceitos – Como identificar, desconstruir e construir um novo olhar;
  • Temáticas trans (menstruação, gestação, hormônios, questões físicas);
  • Patriarcado e machismo – Malefícios de uma sociedade sem igualdade entre os gêneros.

Feminino e masculino na bruxaria

  • Na bruxaria é comum associarmos as energias femininas e masculinas para os elementos, naipes do tarot, signos, cristais, ervas e divindades. 
  • Os princípios femininos e masculinos estão presentes em todas as criaturas, mas pode ser mais fácil identificar um predomínio de uma dessas energias.
  • Toda divindade, sendo deus ou deusa tem princípios solares e lunares. Alguns demonstram um predomínio da energia solar e outros da lunar, mas com o aumento do trabalho com eles, é possível entender que eles são completos e cheios de complexidade. Tornando plausível descrições de deusas solares e deuses lunares. Além de justificar a canalização de deusas por homens e deuses por mulheres. O mesmo vale para as outras criaturas.
  • Esse tipo de abordagem dicotômica que insiste em separar as energias deve ser entendida como uma simplificação para fins práticos, mas que não reflete a natureza andrógena e complexa do universo. Exemplo de simplificações:
    • Feminino – Água e Terra; Lua e noite; Introspecção; Vênus.
    • Masculino – Fogo e Ar; Sol e dia; Expansão; Marte.
Harmonia entre feminino e masculino em cada pessoa ou criatura.

O equilíbrio de Koré-Perséfone

  • Para quem trabalha com Koré-Perséfone, entendemos que ela é uma deusa que demonstra claramente esse equilíbrio entre o princípio feminino e o princípio masculino.
  • Ela é a senhora da vida e da morte, ela favorece a fertilidade e expansão solar da primavera e verão; sendo a força restritiva e introspectiva do outono e inverno; ela é a donzela e a senhora; ela é a temível e a inocente; ela é o meio entre o dia e a noite, sol e lua, claro e escuro. 
Harmonia entre luz e sombras.

Referências

  1. El-Hani, C. N. (1996). Diferenças entre homens e mulheres: biologia ou cultura?. Revista USP, (29), 149-160.
  2. Citeli, M. T. (2001). Fazendo diferenças: teorias sobre gênero, corpo e comportamento. Revista Estudos Feministas, 9(1), 131-145.
  3. Três Iniciados. O Caibalion – Estudo da filosofia hermética do antigo Egito e da Grécia. 32ª reimpressão. São Paulo: Editora Pensamento, 2020.
  4. Árvore da vida. Disponível em <https://pt.wikipedia.org/wiki/%C3%81rvore_da_Vida_(Cabala)> Acessado em 28/04/2022.
  5. Conhecimentos da humanidade. Anima e animus. Disponível em <https://www.youtube.com/watch?v=vmsqagmUcpM> Acessado em 28/04/2022.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 + doze =

error: O conteúdo é protegido!

Notice: file_put_contents(): Write of 109868 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172

Notice: file_put_contents(): Write of 86 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172

Notice: file_put_contents(): Write of 59046 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172

Notice: file_put_contents(): Write of 572 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172

Notice: file_put_contents(): Write of 217 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172

Notice: file_put_contents(): Write of 4323 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172

Notice: file_put_contents(): Write of 38553 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172

Notice: file_put_contents(): Write of 102283 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172

Notice: file_put_contents(): Write of 981 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172

Notice: file_put_contents(): Write of 999 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172

Notice: file_put_contents(): Write of 1125 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172

Notice: file_put_contents(): Write of 8132 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172

Fatal error: Uncaught ErrorException: file_put_contents(): Write of 416 bytes failed with errno=122 Disk quota exceeded in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php:172 Stack trace: #0 [internal function]: litespeed_exception_handler() #1 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php(172): file_put_contents() #2 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/optimize.cls.php(809): LiteSpeed\File::save() #3 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/optimize.cls.php(769): LiteSpeed\Optimize->_build_single_hash_url() #4 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/optimize.cls.php(349): LiteSpeed\Optimize->_src_queue_handler() #5 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/optimize.cls.php(264): LiteSpeed\Optimize->_optimize() #6 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-includes/class-wp-hook.php(324): LiteSpeed\Optimize->finalize() #7 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-includes/plugin.php(205): WP_Hook->apply_filters() #8 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/core.cls.php(477): apply_filters() #9 [internal function]: LiteSpeed\Core->send_headers_force() #10 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-includes/functions.php(5373): ob_end_flush() #11 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-includes/class-wp-hook.php(324): wp_ob_end_flush_all() #12 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-includes/class-wp-hook.php(348): WP_Hook->apply_filters() #13 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-includes/plugin.php(517): WP_Hook->do_action() #14 /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-includes/load.php(1260): do_action() #15 [internal function]: shutdown_action_hook() #16 {main} thrown in /home/u360919147/domains/submundoperiferico.com/public_html/wp-content/plugins/litespeed-cache/src/file.cls.php on line 172